Rapa Nui

Blog

26 julho 2010

Em 34ª reunião, Unesco alerta sobre perigos que ameaçam patrimônios mundiais

Brasília, 25 jul (EFE)

ruinas-de-machu-picchu

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) inaugurou hoje, em Brasília, a 34ª reunião de seu Comitê do Patrimônio Mundial, com um alerta sobre os perigos que ameaçam os patrimônios da humanidade que fazem parte da prestigiosa lista elaborada pelo organismo.

Na abertura da reunião, a diretora geral da Unesco, a búlgara Irina Bokova, advertiu sobre os “riscos e novos desafios” para os 890 lugares incluídos na lista, como as mudanças climáticas e os desastres naturais.

Irina citou os casos dos terremotos do início do ano no Haiti e no Chile e as “chuvas e desmoronamentos” nas ruínas de Machu Picchu, no Peru, um dos lugares que poderiam chegar a entrar na lista de “bens em perigo”.

Também pediu aos Governos que endureçam as medidas necessárias para uma boa gestão turística dos patrimônios culturais já que, segundo ela, “os danos culturais também ferem o espírito humano”.

A diretora-geral da Unesco afirmou que os 890 lugares e os que eventualmente podem entrar na relação representam a “história da humanidade” e devem ser protegidos como tal.

Os especialistas do comitê debaterão durante os próximos dez dias a possível inclusão na lista de 41 lugares postulados por 34 países, entre os quais estão três latino-americanos, um deles brasileiro.

O México se candidatou com o Camino Real de Tierra Adentro e a reserva que guarda as cavernas pré-históricas de Yagul e Mitla. Já o Brasil inscreveu a praça de São Francisco, em São Cristóvão, em Sergipe.

Outra candidatura, a do Binomio Mercurio-Plata, no Camino Real de Almadén, conta com o apoio do México, além do da Espanha e da Eslovênia.

A Espanha apresenta ainda outras duas candidaturas em sociedade com Portugal: os sítios de icnofósseis de dinossauros localizados na Península Ibérica e a zona arqueológica de arte rupestre de Sierra Verde, em Salamanca.

As reuniões do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco serão fechadas à imprensa, que só será convocada quando for tomada alguma decisão.

Além de analisar as novas candidaturas, os especialistas avaliarão o estado dos lugares que foram incluídos em uma lista de “bens em perigo”, que poderiam ser retirados da lista de patrimônios.

As ilhas Galápagos, no Equador; as minas de sal de Santa Laura, no Chile; o Parque Nacional Los Katíos, na Colômbia; a cidade e o porto de Coro, na Venezuela; e o sítio arqueológico Chan Chan, no Peru são os patrimônios da humanidade latino-americanos que fazem parte da relação de 31 lugares ameaçados.

Se os especialistas da Unesco considerarem durante as reuniões de Brasília que estes lugares não foram administrados adequadamente, eles poderiam eventualmente ser retirados das listas do organismo internacional.

Até agora, a lista de Patrimônio Mundial da Unesco inclui 890 lugares localizados em 148 países. A maioria deles (689) são bens culturais, 176 lugares naturais e outros 25, mistos.

As regiões com mais lugares protegidos são a Europa, com 45% do total, Ásia Oriental e Pacífico, com 21%, e a América Latina, com 14% e um total de 121 lugares protegidos.

A 34ª reunião do comitê é realizada em Brasília, a única cidade construída no século XX que faz parte da lista de patrimônios protegidos da Unesco.

Na cerimônia inaugural, os discursos foram precedidos por um show de Milton Nascimento e uma apresentação do samba de roda do baiano, reconhecido como patrimônio imaterial da humanidade pela Unesco.

Fonte: Uol Notícias

Deixe seu comentário

(Obrigatório)

(Obrigatório)

(opcional)

Busca

Newsletters

receba novidades do Rapa Nui na direto no seu e-mail.

Categorias

Últimos Comentários

Nuvens de Tags

Harry Potter Orlando Universal Studios

Arquivos

Rede Sociais

Al. Antunes nº 105 – Barra Avenida
Salvador – Bahia – CEP: 40 140 020
Tel: 55 71 3267-6090 / Fax: 55 71 3264-3601
agência digital